CLASSIFICADOS

EXPEDIENTE

ANUNCIE

Jornal Estância de Atibaia

Deseja anunciar a sua marca, colocar um classificado ou conversar conosco?
Envie já o seu email para: jornalestanciadeatibaia@gmail.com

Whatzapp. (11) 9-4171-7001

CNPJ: 40.331.954/0001-00

0

FALA CIDADÃO

Participe

Participe do Fala Cidadão, nos envie sua reclamação ou elogio, de sua rua, bairro ou de nossa Atibaia, não esqueça de enviar fotos.

entre em contato pelo nosso E-mail
jornalestanc

0

Classificados GRATUITOS

Novos/Usados

CLASSIFICADOS DO JORNAL ESTANCIA DE ATIBAIA,
E GRATUITO,
NOS ENVIE POR EMAIL
jornalestanciadeatibaia@gmail.com

R$0,00

Terreno em Atibaia

Vende

VENDE – TERRENO – CHACARAS BRASIL, (EM FRENTE A ESCOLA), COMERCIAL, 1000M², VALOR, 345MIL, TR. 9-4171-7001

R$345.000

Vende Sobrado em Condominio

Imovel

VENDE – SOBRADO EM CONDOMINIO, 90M², 2 SUITES, SALA, COZINHA AMERICANA, PROX. A LUCAS, GARAGEM COBERTA 2 AUTOS, TR. 9-4016-8983 ou 9-4009-1842 COM INGRID

499.000

Locação Apartamento

Atibaia

LOCACAO, APARTAMENTO COM 80M², PROXIMO A LUCAS, 2 DORMITORIOS (1SUITE), 2 VAGAS NA GARAGEM, TERREO COM QUINTAL. TR. 9-4735-7651

com Jessica

Image-empty-state_edited_edited_edited.j

Justiça mantém condenação de homem preso por matar travesti em Atibaia.

Homem mantinha relacionamento com travesti e a matou depois de ameaça de expor a relação nas redes sociais. Após a morte, homem levou tablet e celular da vítima para garantir que imagens não seriam expostas. Homem foi condenado a dez anos de prisão e tentava diminuir pena.

A Justiça manteve a condenação de um homem a dez anos de prisão pela morte de uma travesti em Atibaia. A transexual havia sido morta pelo homem porque, segundo a polícia, ele queria esconder o relacionamento. O homem está preso desde 2014 e tentava reverter a decisão do júri, mas pedido foi negado.

O crime aconteceu em agosto de 2013 quando a travesti de 34 anos foi morta com cerca de 30 golpes de faca. De acordo com as investigações, o homem teria tido um relacionamento com a travesti por cerca de cinco meses e, após uma traição, ela teria dito que compartilharia fotos dos dois juntos nas redes sociais.

Para manter o relacionamento em segredo o homem foi à casa da vítima e, durante uma briga, deu diversos golpes de faca, a maior parte no pescoço. Após o crime, ele fugiu levando o celular e o tablet da vítima, na tentativa de ocultar provas do relacionamento.

A vítima foi encontrada cerca de uma semana depois depois que os vizinhos perceberam o mau cheiro da casa. O homem foi preso cerca de um mês após o crime e confessou ter cometido o homicídio.

Ele havia sido condenado a dez anos de prisão em 2019, mas recorreu da decisão pedindo que a pena fosse reformulada. A justiça, no entanto, negou o pedido e manteve a condenação.

Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j