CLASSIFICADOS

FALA CIDADÃO

Participe

Participe do Fala Cidadão, nos envie sua reclamação ou elogio, de sua rua, bairro ou de nossa Atibaia, não esqueça de enviar fotos.

entre em contato pelo nosso E-mail
jornalestanc

0

CUIDADORA DE IDOSO

Serviços

tenho 10 anos de experiencia e referincia tenho curso de cuidadora de idoso e
curso tecnico nutriçao. tr. simone 97339-2981

a combinar

Classificados GRATUITOS

Novos/Usados

CLASSIFICADOS DO JORNAL ESTANCIA DE ATIBAIA,
E GRATUITO,
NOS ENVIE POR EMAIL
jornalestanciadeatibaia@gmail.com

R$0,00

Terreno em Atibaia

Vende

VENDE – TERRENO – CHACARAS BRASIL, (EM FRENTE A ESCOLA), COMERCIAL, 1000M², VALOR, 345MIL, TR. 9-4171-7001

R$345.000

Vende Sobrado em Condominio

Imovel

VENDE – SOBRADO EM CONDOMINIO, 90M², 2 SUITES, SALA, COZINHA AMERICANA, PROX. A LUCAS, GARAGEM COBERTA 2 AUTOS, TR. 9-4016-8983 ou 9-4009-1842 COM INGRID

485.000

Locação Apartamento

Atibaia

LOCACAO, APARTAMENTO COM 80M², PROXIMO A LUCAS, 2 DORMITORIOS (1SUITE), 2 VAGAS NA GARAGEM, TERREO COM QUINTAL. TR. 9-4735-7651

com Jessica

Situação da saúde em Manaus é reflexo de incompetência administrativa.

JORNAL ESTANCIA DE ATIBAIA

O ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, foi ao Twitter nesta 5ª feira, para criticar a atuação do atual governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), pela morte de pacientes pela falta de oxigênio nos hospitais da cidade.
“Wilson Lima você é o pior governador que o Amazonas já teve e o que acontece em Manaus é assassinato aos moldes de Hitler, por asfixia. Isso é doloroso e cruel”, escreveu Virgílio.
“A gente pode tentar encontrar culpados em várias instâncias, tanto no governo federal quanto no estadual e na própria prefeitura de Manaus pela situação de colapso da saúde naquela parte do Brasil. Não vai adiantar muito”, William Waack analisa o colapso do sistema de saúde em Manaus, em entrevista a radio CNN.
Pacientes com Covid-19 internados em leitos clínicos em Manaus começaram a ser transferidos ontem sexta-feira (15/01) para oito capitais brasileiras numa ação coordenada pelo Ministério da Saúde, que visa desafogar a rede assistencial pública e privada do Amazonas. A articulação envolve os governos estaduais e também o Distrito Federal. “Vários governadores já se colocaram à disposição para recepcionar pacientes com Covid-19 em seus estados e prontamente reservaram suas estruturas hospitalares para dar o apoio necessário para atender aos pacientes do Amazonas”, disse o Secretário Executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco.
As transferências ocorrerão por via aérea e já estão garantidos - de imediato - 149 leitos: 40 em São Luís (MA); 30 em Teresina (PI); 15 em João Pessoa (PB); 10 em Natal (RN); 20 em Goiânia (GO); 04 em Fortaleza (CE); 10 em Recife (PE) e 20 no Distrito Federal.
Além dos suportes estaduais na disponibilidade de leitos para auxiliar o Amazonas nos próximos dias, a pasta também está recebendo ajuda em nível federal da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) – responsável pela gestão de hospitais universitários federais espalhados pelo país. A instituição também disponibilizou vagas em suas unidades para receber os pacientes vindos do Amazonas.
O Secretário de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde, Luiz Otávio Franco Duarte, informou que, mesmo com a imediata disponibilidade de vários governadores em apoiar os amazonenses, “foi realizado um estudo pelo Ministério da Saúde para saber quais estados poderiam receber pacientes sem sobrecarregar a assistência local”. Para mitigar os impactos da falta de oxigênio hospitalar no Amazonas, um dos motivos que levou à transferência dos pacientes, aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) e de companhias aéreas estão sendo mobilizados para levar cilindros de oxigênio líquido e gasoso de diversas partes do país ao estado.
Tanto pequenas quanto médias empresas que envasam o gás pelo país informaram que incrementarão suas produções para suprir a demanda. Os Ministérios da Saúde e da Defesa enviaram ao estado do Amazonas esta semana 5 mil metros cúbicos de oxigênio líquido para auxiliar no combate à Covid-19 na região. A medida faz parte das ações de apoio ao Plano de Contingência do estado.
“Estamos trabalhando intensivamente na logística e parcerias para, em menor tempo possível, e com mais efetividade, sanar a crise sanitária pela qual passa o estado do Amazonas. Não estamos medindo esforços”, afirmou o ministro Eduardo Pazuello.

Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
Image-empty-state_edited_edited_edited.j
  • Instagram ícone social
  • Facebook

Deseja anunciar a sua marca, colocar um classificado ou conversar conosco?
Envie já o seu email para: jornalestanciadeatibaia@gmail.com
Whatzapp. (11) 4411 2930

O Jornal Estância de Atibaia está no Facebook também. CURTA nossa Pagina.

Jornalista: Fernanda Pongelli dos Santos Papini © 2020 Jornal Estância de Atibaia. Orgulhosamente criado por mariavaisemasoutras.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now