top of page
Banner_ESTANCIA_ATIBAIA_Ubs_Imperial_979x182.png
Banner_ESTANCIA_ATIBAIA_Ubs_Imperial_979x182.png
Buscar
  • Jornal Estancia de Atibaia

Alugar imóvel em cidades serranas nas férias de Julho custa de R$ 197 a R$ 1.820 mil por dia

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA

Alugar imóvel nas férias de Julho
Alugar imóvel nas férias de Julho

Opção usualmente mais barata que a de se hospedar em hotéis, principalmente para grupos de amigos e famílias, o aluguel de casa, apartamento ou chácara nestas férias de Julho, sob um inverno anunciado como menos rigoroso, tem preços que vão de R$ 197,00 a R$ 1.820,00 por dia em cidades serranas do Estado de São Paulo como Campos do Jordão, Serra Negra e Cunha.

Os preços para locação na temporada que começa no próximo mês foram apurados em sites de 14 profissionais que atuam nessas regiões pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (CreciSP). “Esses valores são os desejados pelos proprietários, o que não significa que sejam definitivos porque negociando sempre é possível fazer ajustes nos preços”, afirma José Augusto Viana Neto, presidente do CreciSP.

Por R$ 197,00 diários é possível alugar apartamento de um dormitório para acomodar até quatro pessoas em Serra Negra, estância turística hidromineral encravada na Serra da Mantiqueira e distante cerca de 175 km da Capital.

Por um pouco mais, R$ 200,00 diários, há a opção de passar as férias em casa ou apartamento de um dormitório para até quatro pessoas em Águas de Lindóia, considerada a capital termal do Brasil e incrustada na Serra da Mantiqueira, a 190 quilômetros de São Paulo. E com R$ 1.820,00 diários aluga-se casa ou apartamento com quatro dormitórios para até 15 pessoas em Campos do Jordão, a ‘Suíça brasileira`, localizada na mesma Serra e distante 167 km da Capital.

As casas em oferta podem acomodar em média até quatro pessoas (as de um dormitório), até oito (dois dormitórios), até 10 (três dormitórios) e até 15 (quatro dormitórios). Nos apartamentos podem ser acomodadas até quatro pessoas (um dormitório), até seis (dois dormitórios), até oito (três dormitórios) e até 12 (quatro dormitórios).

Cuidado com anúncios e golpes

Não deixar para alugar de última hora e tomar muito cuidado na hora de fechar uma locação são duas providências que o presidente do CreciSP julga imprescindíveis para quem não quer ter dor de cabeça nessas férias.

“Alugar com antecipação é sempre a melhor forma de conseguir desconto no preço das diárias”, aconselha Viana Neto. Antes, porém, é necessário “cuidado extremo” ao avaliar o que está sendo ofertado, por quanto e por quem, diz ele.

“Infelizmente há uma profusão de golpistas anunciando o que não lhes pertence em anúncios falsos, enganosos, e que podem resultar em grandes prejuízos”, adverte Viana Neto. “Uma forma de alugar com segurança é procurar imobiliária ou corretor credenciados pelo CreciSP, presentes em todas essas cidades.”

Lindóia e Campos por

R$ 200,00 e R$ 1.820,00

As opções para locação diária em Águas de Lindóia incluem casas e apartamentos com um, dois, três e quatro dormitórios, segundo o levantamento feito pelo CreciSP.

As diárias de casas e apartamentos de um dormitório estão custando R$ 200,00. As casas com dois dormitórios estão cotadas a R$ 268,00, as de três a R$ 395,00 e as de quatro a R$ 464,00. Os imóveis com diárias mais caras nessa cidade são os apartamentos de três dormitórios, ofertados por R$ 950,00, mas os de dois quartos podem ser alugados por R$ 275,00.

Em Campos do Jordão, pode-se alugar casas com um dormitório por R$ 365,00, com dois dormitórios por R$ 293,00, com três por R$ 655,00 e as com quatro dormitórios por R$ 1.820,00, em média.

Os apartamentos com diárias mais baratas nessa cidade, de R$ 540,00, são os de um dormitório. Os de dois dormitórios estão sendo oferecidos por R$ 581,00, os de três por R$ 677,00 e os de quatro dormitórios por R$ 1.480,00.

Serra Negra e Atibaia com

R$ 197,00 e R$ 726,00 diários

Famosa pelo clima agradável, fontes de águas termais, pelo turismo rural e por suas lojas que ofertam produtos de malha e linha em ruas que formam um verdadeiro shopping a céu aberto, Serra Negra tem a diária mais barata, já mencionada, de R$ 197,00, e várias outras opções.

As casas com dois dormitórios têm diárias de R$ 488,00, preço que sobe para R$ 450,00 nas de três dormitórios e vai a R$ 726,00 para as de quatro dormitórios.

Além dos apartamentos de um dormitório por R$ 197,00, há os de dois dormitórios alugáveis por R$ 292,00 e os de três, cotados a R$ 353,00.

Em Atibaia, estância hidromineral distante cerca 67 km de São Paulo, famosa pelos passeios turísticos, o Pico da Pedra Grande, o santuário Mãe Rainha (Schoenstatt), teleférico e passeios de balão entre outras atrações, há opções de imóveis alugáveis com dois e três dormitórios.

As casas de dois dormitórios estão disponíveis por R$ 249,00 diários e as de três dormitórios por R$ 537,00. As de quatro dormitórios têm a diária cotada a R$ 633,00. Os apartamentos com dois dormitórios estão sendo ofertados por R$ 429,00 e os de três por R$ 607,00.

Chácaras em Cunha e Ibiúna

por R$ 337,00 a R$ 896,00 diários

Fora dessas rotas turísticas já muito conhecidas, as chácaras em Cunha e Ibiúna são uma opção diferenciada. Localizada entre as serras da Quebra-Cangalha, da Bocaina e do Mar, a estância climática de Cunha tem em oferta chácaras com casas de um dormitório com aluguel diário de R$ 337,00.

Casas um pouco maiores, com dois dormitórios, têm preço médio de aluguel diário de R$ 400,00. Esse valor sobe para R$ 829,00 nas chácaras com casas de três dormitórios. As que dispõem de casas de quatro dormitórios estão com diárias cotadas a R$ 896,00.

A cidade tem entre suas atrações o chamado lavandário, um grande campo coberto por diversas espécies de lavanda parecido com os da região de Provence na França, a cachoeira do Pimenta, ateliês de cerâmica, o parque estadual da Serra do Mar, passeios em trilhas e caminhadas.

Em Ibiúna, as chácaras com casas de dois dormitórios podem ser alugadas por R$ 366,00 diários, as de três dormitórios por R$ 555,00 e as de quatro dormitórios por R$ 837,00.

Distante 72 km de São Paulo, a cidade tem entre suas atrações turísticas a represa de Itupararanga para a prática de esportes aquáticos e pescaria, a cachoeira do Vargem do Salto com quedas d´água de até 35 metros, a capela e gruta de São Sebastião e atividades ligadas ao ecoturismo.

Guia da Locação Segura

Imóvel para temporada

Alugar por um preço menor nem sempre significa fazer o melhor negócio, muito menos o negócio mais seguro. Muitas pessoas já foram vítimas de estelionatários que se valem da boa-fé geral para “alugar” imóveis que não lhes pertencem nem nunca viram.

Preocupado com a tranquilidade e segurança de proprietários e inquilinos de imóveis para temporada, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (CRECI-SP) preparou algumas dicas com orientações básicas para quem não deseja ser surpreendido nem ver suas férias ou dias de descanso serem frustrados.

Corretor de confiança

Proprietário e inquilino devem procurar um corretor de confiança, com quem já tenham mantido algum contato. Caso ainda não conheçam profissionais ou imobiliárias credenciados, devem procurar informações no site do CRECI-SP (https://www.crecisp.gov.br/cidadao/buscaporcorretores).

Os corretores e imobiliárias credenciados possuem número de registro, que pode ser exigido pelo interessado, e respondem a um Código de Ética rigoroso.

Visita ao imóvel

Uma dica importante: deve-se visitar o imóvel antes de fechar o negócio, sempre que possível. A visita permite saber qual é o estado real da propriedade, as características da vizinhança, além das condições dos equipamentos domésticos. Caso não possa fazer a visita, o interessado no aluguel deve pedir ao corretor com o qual está negociando o contrato que lhe mande fotos do imóvel.

Contrato

Uma providência importante é fazer um contrato para o aluguel do imóvel, mesmo que a locação dure uma semana. Neste contrato devem constar as datas de entrada e saída do inquilino, o valor, a forma de pagamento, eventuais multas para os casos de atraso ou depredação e até o número de pessoas que vão ficar no imóvel. Do contrato também deve constar o número de copos, talheres, pratos, panelas e outros utensílios que estejam à disposição do inquilino na casa ou apartamento. Na data da entrada do inquilino no imóvel, deve-se verificar se tudo está de acordo com o especificado no contrato, repetindo-se o procedimento na saída.

Forma de pagamento

As formas de pagamento do aluguel de temporada são livremente combinadas entre proprietário e inquilino. A prática usual é a de que 50% do valor total da locação sejam pagos no ato da contratação e os 50% restantes na data de entrega das chaves. Costuma-se prever uma multa contratual no caso de desistência de uma das partes, e é recomendável que o pagamento seja feito por meio de depósito em conta corrente.

Pesquisa Temporada – Férias de Inverno 2023

Cotação feita em sites de 14 profissionais das regiões

Tempo de estadia entre 7 a 15 dias


Pesquisa CreciSP

Férias de Inverno – Julho de 2023

Locação de temporada nas Serras paulistas

Destaques:

- casas, apartamentos e chácaras podem acomodar até 15 pessoas

- diária mais barata é em Serra Negra e a mais cara em Campos do Jordão

- presidente do CreciSP recomenda cuidado com anúncios e golpistas



Comments


anuncioNOVOconc.png
anuncioNOVOconc.png