Publicado neste jornal em 27112021 as 0950hs (6).png
WhatsApp Image 2020-11-16 at 16.39.47.jpeg
WhatsApp Image 2021-12-06 at 14.47.56.jpg
WhatsApp (1)JORNALESTANCIA.png

Alunas de Atibaia vão para semifinal da competição internacional Technovation Girls


CIDADE DE ATIBAIA
Alunas de Atibaia

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA


Elas criaram um aplicativo que oferece segurança aos deficientes auditivos, identificando sons como alarme de incêndio, buzina de carro ou sirene


Atibaia está novamente na semifinal de uma importante competição internacional na área da Educação, a Technovation Girls, que incentiva jovens garotas a aprender e aplicar habilidades necessárias para resolver problemas diversos por meio da tecnologia.


Duas alunas da Escola Municipal Profª. Maria Helena Faria Ferraz, Samantha Rocha Silva e Melissa Ito de Carvalho, uma do Colégio Atibaia, Katarina Meszaros Veiga Silva, e outra do Colégio FAAT, Catarina da Rocha Ferreira, se classificaram para a semifinal da divisão


“Beginner” do concurso. Elas, que formam a equipe Connected Girls, criaram um aplicativo que oferece segurança aos deficientes auditivos quando estiverem sem o aparelho auditivo ou quando distraídos.


O aplicativo permite cadastrar sons, como por exemplo, um alarme de incêndio, um carro buzinando ou sirene de ambulância. O aplicativo vai identificar este som e o celular irá vibar.


No ano passado, outra equipe de Atibaia também avançou para a semifinal. A participação de escolas municipais de Atibaia no concurso Technovation Girls faz parte de cooperação entre a Prefeitura com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, através do projeto IF(meninas){nas exatas}, que visa promover a participação de mulheres na área de Exatas.


As alunas fizeram todo designer das telas do aplicativo e conseguiram montar os blocos de código que formam os comandos de funcionamento do software, sob liderança da professora que orientou o projeto, Vânia Emiko Ito de Carvalho, da E.M. Maria Helena Faria Ferraz; Elisandra Aparecida Alves da Silva, professora doutora do Instituto Federal de São Paulo de Bragança Paulista; e Pedro Luis Calheiros da Silva, técnico de laboratório do Instituto Federal de São Paulo de Bragança Paulista.


A Secretaria Municipal de Educação incentiva e fortalece a participação das escolas nos projetos pedagógicos que estimulem a aprendizagem dos alunos, parabeniza os professores, gestores e, principalmente, as alunas, além de agradecer a valiosa parceria com o Instituto Federal do polo Bragança Paulista.


O Technovation Girls é um programa do Technovation, organização americana sem fins lucrativos, e a ONG Instituto Paramitas representa o programa no Brasil.




Edição: Bruno Papini

ATIBAIA Notícias