Publicado neste jornal em 27112021 as 0950hs (6).png
WhatsApp Image 2020-11-16 at 16.39.47.jpeg
ATIBAIA Notícias
WhatsApp Image 2021-12-06 at 14.47.56.jpg
WhatsApp (1)JORNALESTANCIA.png

Arrecadação de ITBI em Atibaia cresce 58% em 2021


Arrecadação de ITBI em Atibaia cresce 58% em 2021
Atibaia

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA


Valor arrecadado de janeiro a dezembro do ano passado alcançou R$ 39,2 milhões contra R$ 24,8 milhões em 2020


O Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis – ITBI, taxa paga para oficializar a negociação de compra e venda de um imóvel, alcançou a marca de R$ 39.246.393,77 milhões em arrecadação em Atibaia no período de janeiro a dezembro de 2021, um crescimento de 58% em relação ao ano de 2020, quando foram arrecadados R$ 24.840.024,79 milhões, informou a Secretaria de Planejamento e Finanças.


Ao ser comparado a 2019, o avanço do ano passado é ainda maior: 137%. Atibaia vem registrando um crescimento do ITBI ano a ano desde 2019, quando o valor arrecadado foi de R$ 16.494.494,60. O aumento em 2021 reflete o aquecimento da economia local, especialmente a expansão imobiliária, e ratifica a estratégia de investimentos da gestão municipal, baseada em ações para o pleno desenvolvimento da cidade, com ampliação da qualidade de vida da população aliada ao enfrentamento da pandemia de Covid-19.


Segundo a Secretaria de Planejamento e Finanças, o aumento do ITBI reforça um cenário na cidade de novos imóveis construídos ou em construção, e o aumento tem relação direta com importantes indicadores, como qualidade de vida, segurança pública e governança.


Nesse sentido, vale lembrar que Atibaia está entre as 100 melhores cidades brasileiras com mais de 100.000 habitantes para investir em Agropecuária, Mercado Imobiliário, Comércio, Serviços e Educação, conforme estudo “Melhores Cidades para Negócios”, publicado pela Urban Systems para a revista Exame.


No mês passado, Projeto de Lei de autoria do Executivo foi aprovado pela Câmara Municipal, autorizando a Prefeitura a contratar operação de crédito internacional junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (FONPLATA).


O objetivo do empréstimo – a juros considerados baixos para esse tipo de operação, de 1,89 a 2,15% ao ano, dependendo do projeto apresentado – é viabilizar o “Programa de Desenvolvimento Urbano de Atibaia/SP – PRODEURB” e sua aplicação é específica para essa iniciativa, prevendo melhorias significativas na cidade nas áreas de saneamento básico, meio ambiente, infraestrutura e mobilidade e desenvolvimento urbano e sustentável, inclusive com obras destinadas à prevenção de enchentes no município.


Em abril de 2021 a Prefeitura também aderiu ao Plano de Desenvolvimento Local (PDL), do SEBRAE – iniciativa para potencializar os trabalhos já existentes e auxiliar em novos projetos de capacitação e promoção do desenvolvimento econômico do município, em parceria com a Associação Comercial Industrial Atibaia (ACIA).