top of page
Banner_ESTANCIA_ATIBAIA_Ubs_Imperial_979x182.png
Banner_ESTANCIA_ATIBAIA_Ubs_Imperial_979x182.png
Buscar
  • Jornal Estancia de Atibaia

“As maravilhas do Gujarat” celebrou tradição e musicalidade da cultura indiana em Atibaia


As maravilhas do Gujarat
As maravilhas do Gujarat

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA


Espetáculo foi resultado de uma parceria entre a Prefeitura da Estância de Atibaia, o Consulado Geral da Índia e o Centro Cultural Swami Vivekananda


Na última sexta-feira (19), Atibaia recebeu no palco do Cine Itá Cultural o espetáculo de dança “As maravilhas do Gujarat”, da companhia Aavishkar – Gujarati Dance.


O elenco composto por treze bailarinas trouxe um pouco da Índia para Atibaia, apresentando danças folclóricas típicas do estado de Gujarat, no oeste do país.


O evento em comemoração aos 75 anos de independência da Índia foi realizado pelo Consulado Geral da India e Centro Cultural Swani Vivekananda, com apoio da Secretaria de Cultura da Prefeitura da Estância Atibaia, e contou com a presença do prefeito Emil Ono e do Cônsul da Índia e diretor do Centro Cultural Swani Vivekananda, Adarsh Kumar Mishra.


“Na Índia, assim como no Brasil, cada região possui uma imensa diversidade cultural, que vai desde os próprios idiomas locais à gastronomia, arte e cultura. No estado do Gujarat, as danças folclóricas mais conhecidas são a Garba, Ghoomar e a Raas Dandiya, e durante o festival dedicado à deusa-mãe Shakti, essas danças são muito executadas”, explica a especialista em danças indianas e doutoranda pela Unicamp, Andrea Albergaria. Autora de livros sobre a temática, ela já representou Atibaia no Purva International Classical Dance Festival, realizado em Gujarat.

As maravilhas do Gujarat
As maravilhas do Gujarat

O show durou cerca de uma hora e meia e foi aplaudido de pé pelo público, que teve a oportunidade de apreciar ações de corporalidade (técnica de dança), voz, som e musicalidade, além dos figurinos coloridos e objetos como bandejas de metal, potes para carregar água e peneiras, representações de cenas cotidianas das aldeias da Índia que reproduzem de forma artística as ações das mulheres.


Com palmas, bastões e espadas, as bailarinas mostraram muita desenvoltura nos movimentos de dança dedicados à deusa guerreira Durga, figura proeminente na mitologia hindu, e o público presente pôde apreciar danças ancestrais que representam ciclos de tempo e vida na cultura indiana, tradições ritualizadas no universo contemporâneo que foram capazes de conectar as culturas da Índia e do Brasil.




Edição: Bruno Papini

Comments


anuncioNOVOconc.png
anuncioNOVOconc.png