top of page
Banner_ESTANCIA_ATIBAIA_Ubs_Imperial_979x182.png
Banner_ESTANCIA_ATIBAIA_Ubs_Imperial_979x182.png
Buscar

Atibaia recebe visita técnica do Ministério da Saúde para avaliação de indicadores

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA

Emil Ono e Secretaria da Saúde, Grazielle Bertolini
Emil Ono e Secretaria da Saúde, Grazielle Bertolini

Município está pleiteando o selo prata de boas práticas rumo à eliminação da transmissão vertical de HIV


De quarta (23) até sexta-feira (25) técnicos do Ministério da Saúde estiveram em Atibaia para acompanhar as ações da Secretaria Municipal de Saúde no combate ao HIV. A cidade está pleiteando o selo prata de boas práticas rumo à eliminação da transmissão vertical de HIV, que é a forma de transmissão que ocorre da mãe para o filho durante a gestação, o parto e a amamentação.


O Ministério da Saúde tem uma série de padronizações sobre o procedimento para a certificação da eliminação da transmissão vertical de HIV e/ou sífilis em municípios com 100 mil ou mais habitantes. Os técnicos visitaram algumas unidades de saúde de Atibaia, incluindo a SAE Sumico Ono, serviço de referência no município, o Laboratório Municipal, a Vigilância Epidemiológica e a maternidade da Santa Casa, verificando o processo de trabalho, equipamentos, insumos utilizados, observando prontuários e conversando com as gestantes.


"Em decorrência dos dados e das ações, o nosso município foi contemplado com a visita técnica, o que é muito importante, uma vez que estamos concorrendo a um selo nacional", afirmou a secretária de Saúde de Atibaia, Grazielle Bertolini.


Os critérios para certificação envolvem indicadores de impacto, como incidência de infecção pelo HIV em crianças, taxa de transmissão vertical de HIV e indicadores de processo como proporção de gestantes com pelo menos quatro consultas de pré-natal e proporção de gestantes com pelo menos um teste de HIV durante o pré-natal.


Para além das relações sexuais sem uso do preservativo, compartilhamento de seringas no uso de drogas e acidentes com materiais biológicos contaminados, o HIV também pode ser transmitido diretamente da pessoa gestante, que vive com o vírus, para o bebê. Esse tipo de transmissão pode acontecer durante a gestação, o parto – caso os procedimentos preventivos não forem seguidos – e ainda na amamentação. O pré-natal, portanto, é fundamental para o diagnóstico da pessoa gestante e início do tratamento o quanto antes.


No ano passado, o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Saúde de Atibaia para combater a transmissão vertical do HIV – TVHIV rendeu ao município o “Prêmio Luiza Matida”. Dos 645 municípios do Estado de São Paulo, Atibaia ficou entre as 73 cidades que melhor desempenharam ações e trabalhos contra a transmissão vertical do HIV.


A Prefeitura de Atibaia vem contratando profissionais de saúde para ampliar sua equipe, em iniciativa que visa melhorar o atendimento à população, sendo um dos compromissos da Administração Municipal os investimentos na área das doenças infecciosas.


De acordo com o prefeito Emil Ono, “o trabalho incansável do governo, refletido em iniciativas como ampliação da equipe de profissionais de saúde, tem oferecido atendimento mais qualificado à população. É mais uma conquista significativa para Atibaia!”.

anuncioNOVOconc.png
anuncioNOVOconc.png
anuncioNOVOconc.png
WhatsApp Image 2023-11-08 at 15.41.27.jpeg
CLASSIFICADOS
bottom of page