Começa o Ano Jubilar do Santuário de Atibaia


Abertura aconteceu neste domingo com a presença do bispo diocesano


JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA

Por: Juliana Dorigo


Cerca de 1.000 peregrinos passaram pelo Santuário Tabor da Permanente Presença do Pai, em Atibaia/SP, neste domingo (12/09) para celebrar a abertura do Jubileu de Ouro com o lema: “Pai, confiamos em ti e caminhamos na tua presença!” O ano jubilar vai até setembro de 2022, data em que o Santuário vai completar 50 anos.


A programação teve início na Tenda dos Peregrinos, com o momento celebrativo seguido da bênção do Santíssimo Sacramento conduzida pelo Pe. Francisco José Lemes Gonçalves. José Edileudo Pereira, da cidade de Jandira/SP, diz: “Este Santuário representa tudo, a vida, esperança, amor e a paz. Todas as vezes que estivemos aqui, voltamos vazio dos problemas do mundo, voltamos cheios de esperança, de amor, felicidade e graças, é isso que me representa o Santuário”.

Cícera Aparecida de Lima, Várzea Paulista/SP, comenta: “É uma emoção muito grande poder estar aqui hoje, principalmente depois de ficar um tempo sem poder visitar o Santuário. Vim hoje com a minha família, para darmos início as comemorações. É um presente da Mãe de Deus. Aqui é um lugar de bênçãos, quando visitamos a Casa da Mãe a gente se sente acolhido, é uma felicidade”


“É uma emoção poder participar desse momento histórico e de bençãos para nós que fazemos parte do Movimento de Schoenstatt. Tem um histórico envolvente de saber que podemos participar com a Mãe de Deus desse momento tão rico e tão bonito, traz para nós a esperança, a emoção e a vitalidade espiritual. É um convite da Mãe e Rainha estar aqui, estar feliz e levar essa bênção para casa, para os familiares” ressalta Marcos Teramoto, de Mairiporã/SP.


A logomarca vencedora


Seguindo com a programação, na parte da tarde os peregrinos se reuniram à sombra do Santuário para rezar o terço. Em seguida, representando a comissão organizadora do Concurso da Logomarca, a Ir. M. Nelly Mendes e Jaqueline Montoya entregaram o certificado para a vencedora Sara Daniele Barletta Cardoso, da cidade de Bragança Paulista/SP. “A minha proposta principal foi a utilização dos ladrilhos do Santuário que é rodeado pelos jardins e com o lema: ‘pai confiamos em ti, e caminhamos na tua presença’, pois ele representa todo esse espaço físico e representa também o caminhar confiando na presença de Deus”, conta a vencedora.


Abertura solene


Um dos momentos mais aguardado do dia, a abertura solene do Ano Jubilar foi realizada pelo do bispo da Diocese de Bragança Paulista/SP, Dom Sérgio Aparecido Colombo.

“Neste lugar sagrado, o Santuário de nossa Mãe e Rainha de Schoenstatt, Deus nosso Pai nos faz vivenciar a ternura de seu coração paternal. Ele nos concedeu Maria, que estabeleceu seu trono de graças neste lugar, para distribuir inúmeras graças pelos méritos de seu Filho Jesus Cristo. Quantas pessoas experimentaram aqui a vivência de serem filhos e filhas amados de Deus. Essa alegria deve orientar o nosso amor, fazer-nos missionários do amor de Deus para que possamos viver um ano de graças abramos os nossos corações”.

Após a leitura do decreto que concede ao Santuário a indulgência plenária das penas dos pecados, pelo Pe. Diego Braga Buoso, Dom Sérgio tocou a porta do Santuário com o báculo dizendo: “Aquele que era, que é, a Ele o louvor e a glória para sempre”. Neste momento a porta se abre e o repicar do sino anuncia que estava aberto oficialmente o Ano Jubilar em preparação aos 50 anos do Santuário Tabor da Permanente Presença do Pai, e diante da Imagem de Graças da Mãe de Deus, Dom Sérgio rezou a Oração Jubilar.


Santa Missa com o bispo diocesano


Após a abertura solene, seguindo em procissão até a Tenda dos Peregrinos para a Santa Missa presidida pelo bispo, com a presença dos sacerdotes da diocese, do prefeito Emil Ono e das Irmãs de Maria. A Ir. M. Diná Batista de Souza, falou sobre a importância do Jubileu para a Família de Schoenstatt:


“(...)O Santuário é um lugar de graças, lugar do encontro, da cultura do encontro. O ser humano que busca Deus e Deus que busca o ser Humano. O Santuário é esse espaço de encontro e comunhão, lugar de transformação, de conversão de um novo começo de vida. Quantas graças nós pudemos experimentar por todas as pessoas que passam aqui e saem renovadas, com uma nova esperança, com uma nova perspectiva de vida para mudar as suas vidas? (...) Junto a este Santuário cresceu uma família de Schoenstatt, pessoas dos diversos estados de vida que foram se vinculando, procurando unir-se a esta grande força da Aliança de Amor com Maria e no amor, na devoção, no empenho de ser também um vestígio de Maria, um vestígio de Cristo, seu Filho no mundo de hoje. (...) O Santuário está de portas abertas para acolher, transformar e enviar peregrinos e missionários a todo Brasil e ao mundo.”


Em sua homilia, o bispo diocesano ressaltou como este momento especial pode ser vivenciado com o auxílio de Maria: “Este acontecimento nos faz compreender a Obra da Igreja, a Obra de Schoenstatt que é conduzir a humanidade inteira ao encontro de Cristo, para fazer a experiencia Dele e assim o reinado de Deus se instalar no nosso mundo através do nosso compromisso de amor, Aliança de Amor, de fidelidade de comunhão. Nossa Senhora, Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Ela que hoje tem o seu nome na liturgia, Aquela que nos aponta para o seu Filho, que fez o nosso modelo de caminho discipular e evangelizador, de humildade e simplicidade. Que Ela nos ajude sempre, nos ampare. Pois se temos o seu amparo e auxílio com certeza não ficaremos no caminho. Vamos viver intensamente esse ano de graças esse Ano Jubilar, usufruindo das indulgencias que a Igreja nos deu poder celebrar e vivenciar. E que ao término desse ano Jubilar nós podemos dizer: nós estamos melhores, nós aprendemos a ser mais irmãos. Maria nos ajudou a perseverar como discípulos e discípulas no caminho de seu Filho”.


Ao final da celebração, Ir. M. Silvia Regina Formagio superiora provincial, falou sobre a alegria do Santuário poder estar de portas abertas. “Que nossa Mãe neste ano jubilar possa visitar nossas famílias e conceder a todas as dioceses aqui presentes, ao Brasil e ao mundo, graças e bênçãos (...) é impressionante, que justamente hoje, quando nós celebramos o nome de Maria, nós podemos abrir as portas do nosso Santuário mais amplamente”. A Santa Missa encerrou com todos se consagrando à Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt.