WhatsApp Image 2020-11-16 at 16.39.47.jpeg
AdvogadosEDITAIS.png
Publicado neste jornal em 27112021 as 0950hs (6).png
anunvioio (1).png
WhatsApp Image 2021-11-25 at 10.15.02.jpeg
Sem títuloclasificada.png

Não perca prazo da segunda dose da vacina: está aberto agendamento para 65 e 66 anos


JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA

Secretaria de Saúde de Atibaia pede atenção à data da vacinação e destaca que segunda dose é fundamental para eficácia completa dos imunizantes


As pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19 devem ficar atentas à data estabelecida no cartão de vacinação para a segunda dose. No momento está aberto o agendamento em Atibaia para aplicação da segunda dose destinada às pessoas com 65 e 66 anos que tomaram a primeira dose de Astrazeneca até o dia 24/04/2021. A segunda dose da vacina contra a Covid-19 é fundamental para garantir a completa eficácia dos imunizantes.


O agendamento é realizado por meio da plataforma http://www.prefeituradeatibaia.com.br/cadastrocovid . Quem já está cadastrado, como é o caso daqueles que já tomaram a primeira dose, ao acessar a plataforma com CPF e data de nascimento, será direcionado para uma página onde deverá escolher entre os botões de primeira ou segunda dose.


Três das quatro vacinas contra Covid-19 atualmente distribuídas no Brasil exigem duas doses – AstraZeneca, Pfizer e a CoronaVac. Os intervalos entre a primeira e a segunda dose variam, pois cada vacina age por meio de mecanismos de ações diferentes. O único imunizante que assegura eficácia completa contra a doença em dose única é o da Janssen, braço farmacêutico da multinacional Johnson & Johnson.


A Secretaria de Saúde de Atibaia orienta os cidadãos que perderam o prazo da segunda dose estabelecido no cartão de vacinação a procurar uma unidade de saúde. Segundo dados atualizados nesta sexta-feira (16), o município de Atibaia já aplicou um total de 93.441 doses de vacina contra a Covid-19, sendo 68.505 de primeira dose, 22.017 de segunda dose e 2.919 de dose única, o que significa que quase 50% da população total já tomou ao menos uma dose ou dose única.