Publicado neste jornal em 27112021 as 0950hs (6).png
WhatsApp Image 2020-11-16 at 16.39.47.jpeg
ATIBAIA Notícias
WhatsApp Image 2021-12-06 at 14.47.56.jpg
WhatsApp (1)JORNALESTANCIA.png

Obras de duplicação da Av. Jerônimo de Camargo e ciclovia são inauguradas em Atibaia


JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA

Cerimônia de inauguração de uma das obras mais aguardadas pela população ocorreu durante a Volta Ciclística Internacional no domingo (5)

A duplicação da Avenida Jerônimo de Camargo, obra que mudou a cara de Atibaia, melhorou a mobilidade urbana e implantou a primeira ciclovia da região, foi oficialmente inaugurada pela Prefeitura da Estância de Atibaia no último domingo, 5 de dezembro, durante a Volta Ciclística Internacional 2021.


O valor investido na obra totalizou R$ 32.408.641,52, abrangendo infraestrutura e pavimentação asfáltica, por meio de recursos próprios e de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), voltado ao setor público, da Caixa Econômica Federal.


“Uma obra que transformou a Jerônimo de Camargo e que vai induzir a economia para esta região. Olhamos para esses 32 milhões como um grande investimento, porque isso é planejar a cidade. Uma obra grandiosa que iniciamos em 2019, no governo do prefeito Saulo Pedroso, quando eu ainda era vice-prefeito. Um investimento ousado, que poucos acreditaram que iria dar certo, mas que mudou totalmente a cara da cidade”, disse o prefeito Emil Ono, destacando que a Administração Municipal irá licitar no começo do próximo ano mais 10 km de ciclovia e ciclofaixas. “Já estamos trabalhando para entregar mais 10 km de ciclovia e ciclofaixa para garantir ainda mais mobilidade urbana em nossa cidade”.


O vice-prefeito Fabiano de Lima afirmou que as obras de duplicação da Jerônimo e a ciclovia estimulam o esporte e a qualidade de vida para toda a população de Atibaia. “Quando eu criança e jovem, muitas vezes, saí do Alvinópolis, onde sempre morei, para chegar de bicicleta até o campo da Loanda. A Jerônimo era cheia de buraco, uma avenida onde os carros tinham dificuldade de transitar, e hoje é uma outra realidade”, disse. “Para acontecer isso, teve que ter um homem ousado, que se chama Saulo Pedroso, que acreditou nesse projeto, colocou em seu plano de governo e buscou realizar essa importante obra para a cidade de Atibaia”, acrescentou.


A obra da Jerônimo de Camargo incluiu a duplicação da avenida desde a rotatória da Av. Dr. Joviano Alvim até o acesso à Rodovia Dom Pedro I, com 5 km de ciclovia, paisagismo, iluminação, calçamento e acessibilidade. Entre os serviços realizados pelo projeto de duplicação estão intervenções em dispositivos viários, desapropriações e novo asfaltamento.


O resultado foi uma avenida inteiramente renovada e moderna, com uma ciclovia no canteiro central, beneficiando a mobilidade urbana de Atibaia, ao ampliar as possibilidades de locomoção e melhorar o fluxo de veículos. No local, foram feitas novas rotatórias com objetivo de dinamizar e otimizar o trânsito.


O secretário de Governo, André Agatte, destacou os obstáculos que foram superados para a concretização da obra e o que ela representa para o município: “Estamos dando um salto de qualidade para a via e para a mobilidade urbana da cidade. Hoje, do jeito que está sendo entregue, a Jerônimo de Camargo é um grande símbolo do desenvolvimento sustentável de Atibaia e da região. A ciclovia representa muito bem isso”.


A inauguração da obra ocorreu em meio à disputa da Volta Ciclística Internacional, evento que teve Atibaia como sede de duas das três etapas. Na manhã do último dia de competição, no domingo, houve um Passeio Ciclístico com atletas profissionais aberto à população, na ciclovia, que antecedeu a cerimônia de inauguração da duplicação da Jerônimo de Camargo. Após o cerimonial, a Volta Ciclística prosseguiu com a disputa de encerramento da competição, que contou pontos para o ranking da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Federação Paulista de Ciclismo.


Uma das principais vias de Atibaia, a Jerônimo de Camargo recebe um grande fluxo de veículos diariamente e sua duplicação era um anseio da população. As obras foram iniciadas na administração anterior, em fevereiro de 2019 e seguiram em ritmo intenso até a conclusão, no primeiro ano de mandato do prefeito Emil Ono.


A duplicação da Jerônimo faz parte do plano de pavimentação de Atibaia, que objetiva levar mais infraestrutura para todo o município e foi responsável por inúmeras obras ao longo dos últimos anos, com dezenas de regiões contempladas, proporcionando mais segurança no trânsito para pedestres e motoristas. Ao todo, a atual gestão da Prefeitura de Atibaia está investindo mais de R$ 30 milhões em pavimentação, beneficiando bairros ainda não contemplados: R$ 17 milhões em execução e R$ 13 milhões em processo de licitação, com obras previstas para 2022.


Ciclovia

Localizada no canteiro central da avenida Jerônimo de Camargo, em espaço exclusivo para bicicletas, a ciclovia conta com 5 km de extensão, ligando a região central da cidade até a conexão com a Rodovia D. Pedro I. A pista para os ciclistas foi feita na ilha central, com 2,5 m de largura, pavimentação asfáltica, pintura e sinalização.


A estrutura foi planejada em consonância com uma tendência mundial de valorização da saúde e do meio ambiente, representando mais uma opção de lazer, locomoção e bem-estar no município, que passa a contar com a primeira ciclovia da região.


A ciclovia recebeu nome de Angelo Albanez Netto, em homenagem ao cidadão de reconhecida idoneidade moral que contribuiu para o desenvolvimento de Atibaia em suas atuações como funcionário público municipal na Companhia Elétrica de Atibaia e por ter sido combatente na Revolução Constitucionalista de 1932, representando o Estado de São Paulo, segundo projeto do vereador Júlio Cesar Mendes aprovado pela Câmara Municipal no ano passado. Parentes dele estiveram na inauguração de domingo.


“Gostaria de agradecer essa homenagem. Essa é uma grande conquista para Atibaia, a ciclovia é uma referência para vários ciclistas e grupos de ciclistas. Muito Obrigado”, afirmou Alexandre Albanez, neto do homenageado e ativista da causa ciclística na cidade.