WhatsApp Image 2022-08-05 at 15.21.46
WhatsApp Image 2022-08-05 at 15.21.46

Algodão Doce Kids & Baby

press to zoom
Procura Dobby
Procura Dobby

A Procura por Dobby

press to zoom
Seguros
Seguros

seu Seguro esta Aqui

press to zoom
WhatsApp Image 2022-08-05 at 15.21.46
WhatsApp Image 2022-08-05 at 15.21.46

Algodão Doce Kids & Baby

press to zoom
1/11

Ossadas humanas são encontradas após início das obras de revitalização da Igreja do Rosário


Igreja do Rosário, Bragança Paulista

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA


Os serviços estão paralisados no local. CONDEPHAC e IPHAN analisam o caso


Durante o início das obras de restauração na Igreja do Rosário, em Bragança Paulista, a equipe que trabalhava no local encontrou ossadas humanas e alguns fragmentos de objetos diversos após serem realizadas escavações para a impermeabilização do alicerce da igreja.


“A história conta que existia um cemitério aqui na região em que está localizada a igreja, podendo ser ossadas de moradores de Bragança Paulista. Em 1724, a área da igreja também era usada pelos escravos como um oratório, e eles tinham o costume de ser enterrados aqui”, explicou o Sacristão da Igreja do Rosário, Afonso Augusto.


As obras estão paralisadas na igreja e nenhum fragmento está sendo retirado, seguindo as orientações do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Bragança Paulista (CONDEPHAC) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). “O IPHAN nos exigiu um projeto, e junto ao professor Marcos Rogério R. Carvalho estamos levantando toda documentação para que possamos encaminhar ao instituto”, completou o Sacristão.


A Secretária Municipal de Cultura e Turismo e Presidente do CONDEPHAC, Vanessa Nogueira, tem acompanhado a restauração do prédio e foi notificada assim que foram encontrados os fragmentos. “Assim que notificado, as obras foram paralisadas. Agora vamos levantar a história de Bragança Paulista para poder preparar algum monumento assim que recebermos uma resposta concreta do IPHAN.


Estamos muito empenhados para que tudo seja feito da melhor forma possível, contando a história e preservando nosso patrimônio histórico”, explicou a Presidente do CONDEPHAC.


A Prefeitura reforça que a lateral da igreja seguirá fechada para a realização dos estudos. Assim que liberadas, os serviços seguirão no local. A obra é realizada pela Igreja Nossa Senhora do Rosário







Edição: Bruno Papini