Prefeito de Atibaia recebe visita de atleta revelação do softbol brasileiro


JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA


Contratada pelo time MDC Sharks e prestes a embarcar para os EUA, a jovem atleta atibaiense Beatriz Theodoro esteve no gabinete para agradecer apoio


Na tarde da última sexta-feira (2), o prefeito Emil Ono e o vice-prefeito Prof. Fabiano de Lima receberam a visita da atleta atibaiense Beatriz Theodoro, revelação do softbol brasileiro. Beatriz, que integra a equipe de Atibaia e já venceu 2 campeonatos sul-americanos pela seleção brasileira, tem apenas 18 anos e acaba de ser contratada pelo MDC Sharks, time da universidade Miami Dade College. Prestes a embarcar para os EUA, a jovem atleta esteve no gabinete do prefeito para comemorar a conquista e agradecer o apoio da Prefeitura, que incentiva o esporte por meio de parceria com a Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Atibaia (Acenbra).

Inventado em 1887 nos Estados Unidos por George Hancock, o softbol (do inglês softball) surgiu como uma forma de se praticar beisebol em espaços desportivos cobertos. As regras são bastante similares às do beisebol, as principais diferenças são o tamanho da bola (maior no softbol), o jeito de arremessar – no beisebol é por cima e no softbol o movimento é mais elaborado, por baixo – e as dimensões do campo (menor do que no beisebol). Beisebol e softbol estão entre os esportes mais populares no Japão e, no Brasil, sua difusão se deu principalmente pelas colônias de imigrantes japoneses.


Em Atibaia, os dois esportes têm tradição e as equipes da cidade têm se destacado nos cenários nacional e internacional. As duas modalidades são promovidas por uma parceria entre a Prefeitura e a Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Atibaia (Acenbra), contando com apoio da Agência de Cooperação Internacional do Japão, mais conhecida pelo acrônimo JICA (Japan International Cooperation Agency). A paixão de Beatriz Theodoro pelo softbol nasceu nesse projeto: a atleta começou a treinar na equipe de Atibaia aos 10 anos.



Ao acompanhar o irmão em treinos e competições de beisebol, ela conheceu o trabalho da Acenbra e quando recebeu um convite do técnico do time de softbol para participar dos treinos, descobriu um dom. A partir daí, a jovem foi acumulando conquistas, tornando-se uma das revelações do esporte. Jogadora da seleção brasileira de softbol, ela participou da vitória no III e IV campeonatos sul-americanos de softbol sub 15, realizados em 2017 e 2018 nas cidades peruanas de Trujillo e Lima. Em 2018, ela foi capitã da seleção, sendo escolhida como a melhor jogadora do campeonato.


Descoberta por um programa caça-talentos, a atleta de Atibaia já passou duas temporadas treinando nos Estados Unidos, conquistando agora uma bolsa de estudos na universidade Miami Dade College e uma vaga no time MDC Sharks. Na visita ao gabinete, a atleta agradeceu o apoio dado pelo prefeito, vice-prefeito, Prefeitura de Atibaia e Acenbra aos esportes, ressaltando o quanto foram fundamentais para a sua formação e trajetória. Ela se divertiu simulando algumas jogadas com o prefeito Emil Ono e recebeu os agradecimentos por levar o nome de Atibaia para o mundo através do seu empenho e dedicação, com desejos de sucesso na sua nova jornada.