WhatsApp Image 2020-11-16 at 16.39.47.jpeg
AdvogadosEDITAIS.png
Publicado neste jornal em 27112021 as 0950hs (6).png
anunvioio (1).png
WhatsApp Image 2021-11-25 at 10.15.02.jpeg
Sem títuloclasificada.png

Prefeitura de Atibaia faz mutirão de vacinação contra Covid-19 nesta sexta-feira (5)


JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA


Haverá aplicação de primeira, segunda e terceira doses no CIEM II; município já tem 70,8% da população com esquema vacinal completo


Nesta sexta-feira (5), a Prefeitura de Atibaia promove um novo mutirão de vacinação contra a Covid-19, no CIEM II (Av Industrial Walter Kloth, 1.135 – Jardim Imperial), das 17h às 22h, para aplicação de primeira, segunda e terceira doses, sem necessidade de agendamento.

O objetivo é ampliar o acesso à primeira dose para o público com idade igual ou superior a 18 anos, motivar o comparecimento das pessoas com segunda dose da AstraZeneca (vacinados até 10/09), CoronaVac (até 08/10) e Pfizer (até 15/10), todos acima de 18 anos.


O serviço também disponibiliza a terceira dose para idosos (acima de 60 anos) e profissionais de saúde vacinados com a segunda dose há, no mínimo, 6 meses, e imunossuprimidos graves vacinados com a segunda dose há, no mínimo, 28 dias. É importante levar o cartão de vacinação e documento com foto.


A imunização contra Covid-19 tem sido realizada mediante agendamento em Atibaia para evitar filas e aglomerações, mas, em algumas oportunidades, a Secretaria de Saúde promove “livre demanda” para agilizar ainda mais o ritmo de aplicação das vacinas.


De acordo com dados atualizados nesta quinta-feira (4), Atibaia já aplicou um total de 234.785 doses de vacina contra a Covid-19, sendo 122.864 de primeira dose, 98.614 de segunda dose, 9.776 de terceira dose/adicional e 3.531 de dose única, o que significa que 87,7% da população total tomou ao menos uma dose ou dose única e 70,8% está com esquema vacinal completo.


Terceira dose para imunossuprimidos graves

Fazem parte desse grupo pessoas que têm o sistema imunológico comprometido tanto por alguma doença congênita, quanto pelo uso de medicamentos. Em nota técnica, o Ministério da Saúde especificou os critérios de imunossupressão:


1-Imunodeficiência primária grave; 2-Quimioterapia para câncer; 3- Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras; 4- Pessoas vivendo com HIV/Aids; 5- Uso de corticóides em doses maiores que 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por mais de 14 dias; 6- Uso de drogas modificadoras da resposta imune; 7 – Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias; 8- Pacientes em terapia renal substitutiva (hemodiálise); 9- Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.