WhatsApp Image 2020-11-16 at 16.39.47.jpeg
AdvogadosEDITAIS.png
Publicado neste jornal em 27112021 as 0950hs (6).png
anunvioio (1).png
WhatsApp Image 2021-11-25 at 10.15.02.jpeg
Sem títuloclasificada.png

Prefeitura segue pleiteando unidade do Programa Bom Prato em Atibaia


JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA

Programa do Estado oferece almoço e jantar por R$ 1,00 cada e café da manhã por R$ 0,50, em um formato mais acessível ao usuário O Restaurante Popular de Atibaia, localizado no Jardim Cerejeiras, teve seu atendimento suspenso no início da pandemia de Covid-19 no Brasil, em março de 2020, como medida de prevenção à doença no município. Conforme a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads), durante esse período o Governo Municipal analisou o modelo e avaliou que o equipamento não atendia à população que mais necessitaria desse serviço – as pessoas em situação de vulnerabilidade social em Atibaia, justamente o público prioritário da Assistência Social. De acordo com a Pasta, o custo final da refeição à época da suspensão das atividades era de R$ 3,60 por pessoa, sendo o almoço a única refeição oferecida na unidade ao usuário.


Dessa forma, a Administração Municipal segue pleiteando, junto ao Governo do Estado de São Paulo, a instalação do Programa Bom Prato em Atibaia, cujo formato reúne condições mais apropriadas para atendimento da população em situação de vulnerabilidade social, inclusive ampliando a oferta de alimentação, já que o Programa conta com três refeições oferecidas em suas unidades, todas com valores mais acessíveis ao usuário: almoço e jantar por R$ 1,00 cada e café da manhã por R$ 0,50.


Segundo a Sads, Atibaia já conta com toda a estrutura adequada para a instalação do Bom Prato na cidade, dependendo apenas da autorização do Governo do Estado para a implantação de uma unidade no município.


Desde o início da pandemia de Covid-19 a Prefeitura de Atibaia intensificou a distribuição de cestas básicas à população em situação de vulnerabilidade social na cidade. Esse trabalho – que já garantiu a distribuição de aproximadamente 13.100 cestas ao longo de todo o ano de 2020 e mais de 9.100 cestas de janeiro a setembro de 2021 – é realizado pelo Departamento de Segurança Alimentar da Sads e pôde ser ampliado graças à utilização dos recursos financeiros antes destinados ao Restaurante Popular.


Nesta semana, o Governo Municipal também protocolou, junto ao secretário especial do Desenvolvimento Social (do Ministério da Cidadania, do Governo Federal), Robson Tuma, a solicitação de um veículo refrigerado para a Segurança Alimentar de Atibaia. O objetivo do Executivo é utilizar o veículo na estratégia de descentralização da oferta de alimentos no município.


Busca por alternativas Vale lembrar que em setembro deste ano o prefeito da Estância de Atibaia, Emil Ono, a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social de Atibaia, Magali Basile, e o atleta paralímpico, multimedalhista olímpico e hoje secretário de Esportes e Lazer de Atibaia, Daniel Dias, também estiveram em Brasília/DF para uma série de agendas junto ao Ministério da Cidadania, entre elas tratativas para a área de Segurança Alimentar.


Na oportunidade, a comitiva de Atibaia buscou investimentos e melhorias para a cidade e, entre a série de reuniões realizadas, compareceu à Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva, quando pleiteou investimentos e alternativas inovadoras para o Restaurante Popular de Atibaia. “Essa série de agendas junto ao Ministério da Cidadania foi extremamente produtiva, com registro de diversos pleitos, em diferentes áreas, para Atibaia.


Um trabalho intersetorial de muita importância para o desenvolvimento do município, com a Assistência Social e o Esporte atuando em prol da população mais vulnerável. Tenho certeza que muitas conquistas serão alcançadas a partir das nossas solicitações”, ressaltou o prefeito à época.