Um Salto Pra Vida realizará o sonho de 22 deficientes em saltar de paraquedas


JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA


“A ação também marcará o aniversário de 22 anos do Adote um Cidadão”


Surfar, fazer trilha de jipe, velejar ou andar de moto são atividades muito radicais para algumas pessoas, mas não para um grupo de 22 deficientes que, no próximo dia 01 de setembro (quarta-feira), participará do evento Um Salto Pra Vida, em Boituva, interior de São Paulo. A ação será promovida pelo Adote Um Cidadão, de São Bernardo do Campo – ONG que atua em prol da inclusão de pessoas com deficiência, idosos e cidadãos em situação de vulnerabilidade social e que, no mesmo dia, completará 22 anos de existência.


Entre os corajosos que participarão do salto de paraquedas estão os deficientes visuais, a atleta paralímpica em Londres, Leticia Freitas, o produtor musical e palestrante motivacional, Ari Protázio, fotojornalista Dimang Kon Beu, da impressa nacional e internacional, o grupo também conta com outras pessoas com deficiência visual, física e intelectual. Para alguns essa será a realização de um sonho, para outros a sensação de liberdade.

De acordo com o empreendedor social Antonio Carlos Veiga, a ação contou com a colaboração de muitos amigos em seu planejamento e financiamento – posto que a ONG jamais aceitou dinheiro público para as suas atividades. Seu objetivo, assim como o de todas as outras ações já promovidas, é realizar sonhos e fazer mais pessoas felizes, todas as atividades oferecidas pela ONG são gratuitas. “Essa atividade é uma grande corrente do bem, assim como todos os outros braços do projeto, que promove ações de capacitação empreendedora, cidadania, cultura e lazer, sempre visando a inclusão”, explica Veiga.

Para os próximos dias o projeto tem outras ações programadas: no dia 18 de setembro, o Gotas Eficientes mobilizará a sociedade para doar sangue; no dia 16 de outubro acontecerá o Moto Eficiente; no dia 28 de novembro vai ser realizada a Feijuca do Adote; e para finalizar o ano, no dia 2 de dezembro será feito o Surf eficiente.


O projeto Adote Um Cidadão foi fundado em 1999, pelo empreendedor social Antonio Carlos, com a proposta de mobilizar de forma consciente a sociedade sobre seu papel no processo de inclusão, integração e desenvolvimento da pessoa com deficiência na área social, econômica, política, cultural, ecológica, esportiva e educacional.


O trabalho desenvolvido oferece qualificação profissional e socioeducativo, a fim de que esses cidadãos possam estar de forma efetiva no mercado de trabalho, atuar no mundo globalizado e ter novas ideias e direções, promovendo um maior equilíbrio nas relações humanas, fortalecendo uma sociedade mais justa com oportunidades para todos.