WhatsApp Image 2020-11-16 at 16.39.47.jpeg
AdvogadosEDITAIS.png
Publicado neste jornal em 27112021 as 0950hs (6).png
anunvioio (1).png
WhatsApp Image 2021-11-25 at 10.15.02.jpeg
Sem títuloclasificada.png

Vereador Pi do Judô elogiou em Explicação Pessoal a grandiosidade do evento de motocross em Atibaia


JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA


Ele acompanhou todas as baterias do campeonato, a convite da Federação Paulista de Motociclismo


O vereador Paulo Ferraz Alvim, o Pi do Judô, ocupou a tribuna em Explicação Pessoal, durante a sessão de 23 de novembro, para comentar a grandiosidade do evento de motocross, realizado no último final de semana em Atibaia.

Segundo Pi, a 4ª e 5ª etapas do Campeonato Brasileiro de Motocross contaram com 520 pilotos, com equipes do país e participantes internacionais. “Acompanhei todas as baterias a convite da Federação Paulista de Motociclismo e constatei o altíssimo nível técnico, as diversas disputas, o destaque dos nossos pilotos, inclusive um nome da vizinha Jarinu, Fábio Santos, o Moranguinho”.


O vereador enfatizou os benefícios para a cidade, como o incentivo ao turismo, à gastronomia e aos serviços. “Além da impressionante dimensão do evento, tivemos contrapartida social com mais de 2,5 mil kg de alimentos, arrecadados e destinados ao Fundo Social de Solidariedade. Além disso, vimos no público pessoas de Caetetuba, que puderam ver um evento com tanto glamour”.


Pi do Judô parabenizou a cidade e, especialmente, a Confederação Brasileira de Motociclismo, na pessoa de Firmo Alves, e a Federação Paulista de Motociclismo, nas pessoas do presidente Rogério Moreira e do diretor de eventos João Henrique Martins da Silva


ATLETA DO JUDÔ

Ainda em Explicação Pessoal, o vereador Pi informou que Luana de Oliveira, atleta do judô, categoria peso pesado (mais de 78 kg), embarcou para Cáli, Colômbia, onde participará dos Jogos Panamericanos Sub-21.

“É um dos maiores eventos de alto rendimento, abaixo apenas da Olimpíada”, reforçou.


Vereador Pi do Judô pediu apoio para seu projeto Mova-se, cujo objetivo é o incentivo aos exercícios


Para ele, é uma forma de melhorar o controle de doenças como hipertensão, diabetes e obesidade

O vereador Paulo Ferraz Alvim, o Pi o Judô, foi à tribuna da Câmara, durante o Tema Livre na sessão de 23 de novembro, para solicitar o apoio dos nobres pares na tramitação de seu projeto Mova-se. O objetivo é incentivar a prática de exercícios, como prevenção para doenças como hipertensão, diabetes e obesidade.


Inicialmente, o vereador citou o evento “Conversando sobre o SUS”, organizado pela Secretaria Municipal de Saúde e que contou com a palestra do dr. Gonzalo Vecina Neto, ex-presidente da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). “Fiquei refletindo sobre a necessidade da prevenção. Pensamos nas doenças, mas não no que poderíamos fazer antes. Um exemplo são as alarmantes estatísticas nacionais de hipertensão, que atinge 20% da população brasileira”.


Pi do Judô observou que a mortalidade brasileira se explica em 35% dos óbitos por essa causa. “É uma doença silenciosa, que ceifa vidas ano a ano. Essa realidade pode ser mudada com a adoção de hábitos mais saudáveis, atividades físicas e práticas esportivas, melhorando-se a qualidade de vida. Temos de inserir esses novos padrões no nosso dia a dia, começando por caminhadas, corridas leves, passeios de bicicleta, academias ao ar livre, esportes adaptados e outras tantas atividades que podem ser feitas sem custo”.


Segundo o vereador, “diversos programas gratuitos da Prefeitura, instruídos por profissionais de Educação Física, podem ser procurados. Podemos melhorar assim o controle de doenças e desafogar o serviço de saúde. Nesse sentido, na sessão de 9 de fevereiro, apresentei a esta Casa de Leis a iniciativa denominada Mova-se, que trata justamente desse déficit, procurando mobilizar as famílias para a qualidade de vida”.


“Acredito muito nesse projeto. Com a união entre Legislativo e Executivo, podemos colocar em prática esse trabalho. A ideia é que, com base em informações colhidas pelos profissionais da Prefeitura, os participantes possam acompanhar seu desenvolvimento através de aplicativo. Precisamos levar essa disposição para a população, da infância à terceira idade, que ainda não participa desse esforço”, concluiu Pi do Judô.

Posts Relacionados

Ver tudo