top of page

Ação popular poderá barrar a construção da plataforma de vidro na Pedra Grande.

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA O Jornal Estancia de Atibaia esteve na tarde do hoje (26) com advogado Dr. Cléber Stevens Gerage , Advogado, Jornalista de Denúncia e Diretor Geral - Centro Nacional de Denúncia. Cléber Gerage, está promovendo uma ação popular aonde ele está como advogado de Luiz Carlos de Oliveira Leme, e está patrocinando esta ação constitucional visando uma liminar para suspender todos os atos públicos que estejam em andamento e os futuros que vierem a ocorrer, em relação à plataforma de vidro ou mirante artificial (shybridge) Inclusive o juiz já despachou determinando que ousa o ministério público ambiental que está à frente do inquérito civil que já foi instaurado o qual o Dr. Gerage, também e um dos autores da representação no ministério público. A ação já foi recebida pelo Juiz Rogério A. Correa Dias, e já foi despachada ao ministério público que deverá se manifestar em breve e juntar mais informações e dar seu parecer, e através deste parecer que a ação pode prosseguir ou determinar alguns ajustes de questão formal no processo, ou mesmo material para poder chegar a um objetivo que se pertente que é declarar a ação como cunho de proteção ao meio ambiente, turismo, cultural e histórico da Pedra Grande “Vamos supor que o ministério público intenda que a atos de ilegalidades, diante do que foi apontado na ação e a justiça entenda acolher estas ilegalidades então tudo será anulado, nada mais será feito na pedra grande. Inclusive será apurado eventual dano que já foi causado quando foi feita a soldagem” disse Cléber Gerage. “E uma ação judicial que pode ter um resultado surpreendente independente das manifestações sociais e coletivas que vem ocorrendo na cidade, a ação popular vai mais além vai ao aspecto jurídico do problema” concluiu Cléber Gerage. Salve Atibaia O Salve Atibaia é uma organização que surgiu em função do movimento de moradores de Atibaia. Neste último domingo, dia 23/07, aconteceu o 4o Ato de uma série de eventos que estão acontecendo em Atibaia na luta histórica pela proteção, preservação e conservação do Monumento Natural da Pedra Grande. Nesta oportunidade, diversas entidades, associações, coletivos, apoiadores e simpatizantes compareceram na área do pouso do Vôo Livre de Atibaia, no bairro do Itapetinga, para homenagear e relembrar os 40 anos do Tombamento da Pedra Grande. Várias pessoas puderam usar a palavra para recontar a história dessa jornada incrível que a população de Atibaia há anos atrás pode realizar e que culminou na conquista histórica da oficialização da Pedra Grande como Patrimônio Natural, e assim, o maior símbolo da cidade, além de ser o seu eterno Cartão Postal e estar presente no brasão oficial do município, virou Monumento. Se isto ocorreu é porque milhares de pessoas se mobilizaram na época, resistiram, persistiram e nos deixaram em legado incrível. Contudo, com os últimos acontecimentos perpetrados pelo dono do imóvel, um empreendedor, gestores municipais das cidades de Atibaia e Bom Jesus dos Perdões, bem como entidades da gestão do Parque Estadual da Serra do Itapetinga, Fundação Florestal, Cetesb, entre outros, tiveram a audácia de virar as costas para tudo que a Pedra Grande representa para a população da região. As palavras pronunciadas no encontro traduziram as inúmeras percepções do que é a Pedra Grande para a nossa sociedade, e os problemas que nela estão representados neste momento agudo de sua conservação para a vida cotidiana dos moradores da região toda. Neste sentido, as indignações pelos atos criminosos novamente ocorridos sobre a laje, no alto do maciço da Serra do Itapetinga, foram proclamadas repetidas vezes pelos presentes, nos gramados da área do pouso, em seu grito de luta em voz uníssona: "Na Pedra Grande Não!".

Ação popular poderá barrar a construção da plataforma de vidro na Pedra Grande.

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA O Jornal Estancia de Atibaia esteve na tarde do hoje (26) com advogado Dr. Cléber Stevens Gerage, Advogado,...

bottom of page