Aeronave que caiu em Piracicaba passou por vistoria na segunda

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Avião que caiu em Piracicaba (SP) passou pela oficina da TAM Aviação Executiva. Sete pessoas morreram na queda A TAM Aviação Executiva confirmou que a aeronave King Air 360 prefixo PS-CSM, que caiu após decolagem nesta terça-feira (14/9), em Piracicaba (SP), passou por vistoria em sua oficina de Jundiaí, na segunda (13/9). A empresa não informou qual foi o procedimento adotado, mas negou que o veículo aéreo tenha apresentado problema na hélice. A aeronave saiu de Jundiaí às 18h40 desta segunda-feira, com destino ao aeroporto de Piracicaba. O avião pertencia ao empresário Celso Silveira Mello Filho, irmão do dono da Cosan, Rubens Ometto. Segundo o Corpo de Bombeiros da cidade, as sete pessoas que estavam a bordo da aeronave morreram no local. Além do empresário, estavam no avião a mulher dele, Maria Luiza Meneghel, os três filhos do casal, além do piloto e do copiloto. A aeronave King Air 360 caiu em uma área de vegetação natural, na região da Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec), no bairro Santa Rosa. A aeronave King Air 360, de matrícula PS-CSM, estava com o certificado e a manutenção em dia, de acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB). A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) também informou que a situação de aeronavegabilidade do avião também era normal. No registro da aeronave, fabricada em 2019 pela Textron Aviation, consta como operadora a CSM Agropecuária. O avião de modelo B200GT tinha capacidade máxima de oito passageiros. A investigação sobre as causas do acidente será feita pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticas (Cenipa), do Comando da Aeronáutica. Fonte: Metrópoles

Aeronave que caiu em Piracicaba passou por vistoria na segunda

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Avião que caiu em Piracicaba (SP) passou pela oficina da TAM Aviação Executiva. Sete pessoas morreram na queda...