Atibaia pede socorro e grita NÃO a verticalização sem limites

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Por: Maria Antonieta Ladocicco Somos poucos! Mas temos que fazer nossas vozes ecoarem. Pensar no meio ambiente não significa ser de direita ou esquerda, apenas demonstra a preocupação com os próximos habitantes desse planeta. Quero falar da zona rural de Atibaia onde vivo. Mais precisamente da antiga estrada da Cachoeira (hoje Luciano Rocha Peçanha). O progresso aqui também está chegando, e se, por um lado, o asfalto na estrada é de boa qualidade, bem confortável, por outro lado, já tem diminuído a vocação turística dessa região, tais como os passeios a cavalo; as charretes; as bicicletas e as caminhadas. Mas, isso ainda não é o principal. O que estamos assistindo agora são as mortes de animais silvestres. São preguiças, macacos e outros, atropelados pelos carros em alta velocidade. Jogaram o asfalto aqui é não foram colocadas as placas de sinalização sobre as lombadas e as pontes aéreas para esses animais. Condomínios enormes brotando na região rural! Loteamentos clandestinos vão formando vilas desordenadas. Invadem mananciais, lesam as nascentes, destroem as matas ciliares e por aí seguem... onde está a fiscalização municipal e ambiental? Como estão sendo construídos os poços de água potável e as fossas sanitárias? Será que nossos lençóis freáticos não estão sendo contaminados? Sei que todos precisam de um teto. Não prego aqui a expulsão de ninguém, apenas apelo a que medidas necessárias sejam tomadas e respeitadas e isso, se não me engano, ainda é obrigação dos políticos dessa cidade. Atibaia sempre foi vista como uma das melhores cidades para se viver – então, que se respeitem as leis ambientais e de zoneamento urbano. Não precisamos de arranha-céus aqui, se não houver um controle a esse "boom" imobiliário em pouco tempo seremos apenas um quintal de São Paulo. Atibaia pede socorro e mais consciência para os nossos políticos e menos ganância Foto: foto ilustrativa

Atibaia pede socorro e grita NÃO a verticalização sem limites

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Por: Maria Antonieta Ladocicco Somos poucos! Mas temos que fazer nossas vozes ecoarem. Pensar no meio ambiente...