Educação Ambiental integra currículo da rede municipal de ensino

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Atividades são articuladas pelo Centro de Educação Ambiental Sala Verde Pindorama A rede municipal de ensino de Bragança Paulista conta com um projeto integrado de educação ambiental, da educação infantil até o ensino fundamental (anos iniciais), o qual apresenta aos estudantes as temáticas socioambientais articuladas ao conteúdo escolar e ao contexto social em que estão inseridos. A Secretaria Municipal de Educação, por intermédio do Centro de Educação Ambiental Sala Verde Pindorama, promove o desenvolvimento, articulação e fortalecimento das práticas educativas previstas no ProMEA (Programa Municipal de Educação), instituído pela Lei nº 4718, de 09 de dezembro de 2019, sancionada pelo Prefeito Dr. Jesus Abi Chedid. O ProMEA tem como principal objetivo promover a interação e a integração das dimensões de sustentabilidade ambiental ao desenvolvimento do município. O Centro de Educação Ambiental Sala Verde Pindorama desenvolve suas ações nas diferentes frentes e são dezenas os projetos existentes nas escolas municipais. Nos planejamentos da Educação Infantil, a Educação Ambiental não aparece de forma tão explícita, porém, ela perpassa pelas áreas de conhecimento de forma integrada, objetivando, além do contato com a natureza, as diversas relações, interações e necessidades de explorar o meio se conectando a ele. No Ensino Fundamental, as sequências didáticas de Natureza e Sociedade abrangem as diferentes temáticas relacionadas à Educação Ambiental por meio de uma perspectiva inter, multi e transdisciplinar. Nesta proposta, há espaço para o diálogo e a interlocução com a realidade socioambiental dos alunos, direcionando para o pensamento crítico reflexivo e, assim, proporcionando mudanças de posturas e adoção de um protagonismo mais consciente. Além de ser parte integrante dos saberes trabalhados em sala de aula, a Educação Ambiental também acontece em atividades específicas extracurriculares, como: - Programa de Coleta do Óleo de Cozinha Usado (desde 2019, as 72 unidades escolares municipais receberam os coletores e são pontos de coleta deste resíduo); - Programa de Logística Reversa de Pilhas Portáteis (coletores disponibilizados, em 2021, para as 72 unidades escolares municipais); - “Desafio do Lixo”, para conscientização e efetivação da coleta seletiva dos resíduos sólidos (devido à pandemia, atividade retornará com uma programação mensal em 2022); - Uso racional da água, com instalação e manutenção de cisternas nas unidades escolares municipais (32 unidades com cisternas desde 2018 e, a partir de 2022, tem por objetivo instalar, no mínimo, três cisternas em unidades escolares e iniciar a instalação de captadores de água nos bebedouros existentes nas escolas); - Visitações às nascentes; - Divulgação da existência da Estação de Tratamento de Esgoto (orientações por vídeo educativo e visitas in loco); - Projeto Horta Escolar: Cultivando Saberes (idealização do projeto em 22 unidades escolares municipais em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento dos Agronegócios); - Palestra sobre queimadas, usos do solo e biodiversidade (em parceria com a Secretaria de Segurança e Defesa Civil e Associação Mata Ciliar); - Projeto “Diga não à gaiola” (teatro e soltura de animais em parceria com a Secretaria de Segurança e Defesa Civil - GCA e Associação Mata Ciliar); - Celebrações de datas comemorativas ambientais; - Formação de gestores para incorporar a Educação Ambiental na elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP); - Criação do Canal do Centro de Educação Ambiental Sala Verde Pindorama no Youtube.

Educação Ambiental integra currículo da rede municipal de ensino

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Atividades são articuladas pelo Centro de Educação Ambiental Sala Verde Pindorama A rede municipal de ensino...