top of page

Homenagem ao radialista Rey, de autoria do vereador Pi do Judô e vereadora Ana Beathalter

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Celebrizou-se como “a enciclopédia viva do rock” e participou da organização de shows como o do Iron Maiden
A sessão de Câmara teve um momento muito emocionante em 7 de fevereiro: a homenagem ao radialista Leopoldo Rey, falecido em 20 de janeiro após passar por cirurgia cardíaca e lutar por sua recuperação. Paulistano, nascido em 1944, Francisco Leopoldo Santos D’Arienzo , conhecido como “ Rey ” pela semelhança física com um goleiro de mesmo nome, consolidou-se como um dos principais nomes do jornalismo musical. Ele trabalhou na Rádio Atibaia, na 97 FM, Transamérica e Kiss FM e escreveu em publicações especializadas como Rock Brigade, Som Três e Bizz. Celebrizou-se como “a enciclopédia viva do rock”, devido ao livro “O Livro Negro do Rock” e participou da organização de shows como o do Iron Maiden. Leopoldo Rey escreveu também capítulos interessantes do jornalismo esportivo em Atibaia, criou o personagem “A Velha Louca da Praça” e contribuiu para o sucesso do grupo de rock virtual de Atibaia Big Rock, que conta com mais de 40 mil participantes. “Ele deixou uma interminável legião de amigos e admiradores e, hoje, uma pequena parte desses se encontra nesta Câmara Municipal para esta justa homenagem. Descanse em paz, amado irmão, esposo, pai, avô e amigo”, destacou o vereador Pi do Judô. A vereadora Ana Beathalter também leu o currículo do homenageado, muito querido entre os comunicadores de Atibaia. Vídeo com fotos antigas e recentes foi exibido na sessão de 7 de fevereiro.

Homenagem ao radialista Rey, de autoria do vereador Pi do Judô e vereadora Ana Beathalter

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Celebrizou-se como “a enciclopédia viva do rock” e participou da organização de shows como o do Iron Maiden A...

bottom of page