top of page

Julio Cuba vai à sede da Fundação Florestal em SP e pede providências

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Vereador de Atibaia protocolou documento solicitando a paralisação dos estudos referentes à construção de um Mirante de Vidro “Sky Glass” na Pedra Grande
Na última quarta-feira, 12 de julho, o vereador Julio Cuba esteve na sede da Fundação Florestal , em São Paulo, para solicitar informações sobre o projeto do Mirante da Pedra Grande e apresentar um documento com diversas solicitações. Uma das principais demandas é a paralisação imediata da sondagem que está ocorrendo naquele local, uma vez que a empresa requerente não estaria cumprindo os cuidados necessários exigidos pela Fundação Florestal. Além disso, o vereador ressaltou que a Fundação Florestal já emitiu um parecer desfavorável ao empreendimento, pois qualquer projeto viabilizado na laje da Pedra Grande estaria em desacordo com o estabelecido através da Resolução SMA n.º 118/2018, que estabelece o Plano de Manejo da Unidade de Conservação. O vereador destaca a importância da Pedra Grande como um monumento natural e turístico da cidade e expressa preocupação com os possíveis impactos do empreendimento na prática do voo livre, um marco característico e um cartão-postal de Atibaia. Julio Cuba ressalta que não é contra o desenvolvimento do turismo, mas defende que ele seja feito de maneira sustentável, preservando o meio ambiente e as características naturais e históricas da região. Diversas entidades, como a CAVL (Clube Atibaiense de Voo Livre), a Associação Serra do Itapetinga Movimento pela Biodiversidade e a Organização dos Setores Ecológicos (SIMBiOSE) e o Coletivo Socioambiental de Atibaia (CSAA), manifestaram-se contrárias à sondagem do empreendimento do Mirante na Pedra Grande, conhecido como Skybridge ou Skyglass. “Faço um apelo ao prefeito para que convoque as autoridades responsáveis e promova uma audiência pública, a fim de discutir o assunto com a população. A cidade aguarda ansiosamente por uma análise aprofundada desse projeto e uma discussão aberta para a tomada de decisões que leve em consideração os aspectos históricos e a preservação ambiental”, afirmou Julio Cuba. Na quinta-feira, dia 13, um dia após protocolar documento com várias reivindicações na sede da Fundação Florestal em São Paulo, o vereador Julio Cuba foi pessoalmente constatar que as máquinas que estavam realizando as perfurações referentes à sondagem na laje da Pedra Grande haviam sido retiradas. LEIA MAIS: Projeto da construção de uma plataforma de vidro (Sky Glass) na Pedra Grande, causa muita polêmica.

Julio Cuba vai à sede da Fundação Florestal em SP e pede providências

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Vereador de Atibaia protocolou documento solicitando a paralisação dos estudos referentes à construção de um...

bottom of page