top of page

Setembro Amarelo: ressalta importância de debater sobre prevenção ao suicídio

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Dia 10 de setembro foi o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, data que busca fomentar a reflexão, alertar e prevenir a população acerca do tema, fomentando afeto, acolhimento e valorização da vida Em setembro de 1994, o jovem de 17 anos Mike Emme cometeu suicídio nos Estados Unidos. Ele era dono de um carro Mustang amarelo e, no dia do seu velório, seus pais e amigos distribuíram cartões com fitas amarelas contendo frases de apoio para pessoas que também estivessem enfrentando problemas emocionais. Inspirado na história de vida de Mike, o “Setembro Amarelo” se tornou mês oficial de prevenção ao suicídio ao redor do mundo e foi adotado em 2015 no Brasil pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Em Atibaia, a Prefeitura adere ao Setembro Amarelo e disponibiliza ajuda nos principais postos de Assistência Social e Saúde da cidade. A data reforça a todos a importância do diálogo, de quebrarmos o tabu sobre o assunto e de ajudar quem está em maior vulnerabilidade, seja em decorrência de sofrimento emocional, transtornos mentais como depressão ou transtornos de personalidade, falta de suporte familiar, isolamento social, carga estressante de trabalho, graves problemas socioeconômicos, falta de esperança ou até mesmo doenças terminais. Alguns comentários ou desabafos podem representar pedidos de ajuda e demonstrar sentimentos de desespero, tristeza e desamparo, como por exemplo: “Eu não agüento mais”; “Eu queria poder dormir e nunca mais acordar”; “É inútil tentar fazer algo para mudar”; “Eu só quero sumir”, entre outras falas. Também são sinais de alerta comportamentos como isolamento social, alterações de humor, irritação, perda de perspectivas do futuro por longo período e baixa autoestima. Todos nós podemos realizar no dia a dia atitudes apoiadoras que são eficazes na prevenção do suicídio, tais como: mostrarmos para as pessoas a importância que elas possuem; evitando julgamentos e preconceitos; ampliando as interações sociais e fortalecendo redes de apoio mútuo. Também podemos cuidar da nossa saúde emocional afastando pensamentos e sentimentos negativos; mantendo uma rotina de autocuidado; reconhecendo nossas próprias emoções e sentimentos e das outras pessoas; evitando assumir muitas responsabilidades e/ou tarefas ao mesmo tempo; mantendo contato com a natureza; praticando atividades físicas, entre diversas outras iniciativas. Em Atibaia, a Prefeitura apoia a iniciativa do Setembro Amarelo e, caso seja necessário, é possível procurar apoio especializado junto aos serviços dos setores públicos da Saúde e da Assistência Social, tais como:
– Centro de Assistência Psicossocial (CAPS) – localizado na Rua Deputado Emílio Justo, nº 280, Atibaia Jardim (telefone 4412-3606);
– Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h;
– Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF);
– Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU – telefone 192);
– Serviços da Rede de Proteção Social: Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). E alguns serviços sociais estão na internet oferecendo apoio: @coletivopajuba (LGBTQIA+), @negra.visao, @coletivolinhaslivres, @floridascoletivo, @saraudajandyra e @associacao.icj, por meio do Instagram. Para buscar ajuda com urgência anonimamente, o Centro de Valorização a Vida – CVV atende por meio de chat ( https://www.cvv.org.br/ ) ou pelo telefone 188, de forma gratuita, 24h por dia, com atendentes dispostos a ajudar e ouvir, sob total sigilo. Edição: Bruno Papini

Setembro Amarelo: ressalta importância de debater sobre prevenção ao suicídio

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Dia 10 de setembro foi o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, data que busca fomentar a reflexão, alertar e...

bottom of page