top of page

Tarcísio toma posse como governador de SP

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA O governador eleito Tarcísio de Freitas e o vice Felício Ramuth foram recebidos na Assembleia Legislativa aqui em São Paulo pelo presidente do parlamento paulista Carlão Pinhatari do PSDB. A sessão se iniciou às 9h30 com um minuto de silêncio em homenagem a Pelé, que morreu na última quinta-feira, 29. Empossado no parlamento, o novo governador fez o primeiro discurso e disse que pretende honrar as promessas feitas durante a campanha. A posse vai continuar logo mais no Palácio dos Bandeirantes sede do governo estadual para onde estão indo agora governador. Tarcísio vai ser recebido por Rodrigo Garcia oficializando assim a transmissão do cargo no estado. Tarcísio Gomes de Freitas tem 48 anos, nasceu no Rio de Janeiro, é engenheiro e será o governador de número 64 de São Paulo. Ele foi eleito no segundo turno com 55% dos votos válidos. Tarcísio foi ministro da infraestrutura no governo Jair Bolsonaro e antes disso diretor-geral do DNIT durante o mandato de Dilma Rousseff. Em Mato Grosso, Mauro Mendes do União Brasil foi reeleito o governador no primeiro turno com 68% dos votos. Mendes nasceu em Anápolis, é engenheiro, tem 58 anos e já foi prefeito da capital Cuiabá. Em Goiás, Ronaldo Caiado do União Brasil foi também reeleito governador no primeiro turno com 52% dos votos. Natural de Anápolis, Caiado tem 73anos e é médico ortopedista. Já foi senador por Goiás e deputado federal por cinco mandatos do estado. E agora terá mais quatro para governar Goiás.
LEIA MAIS EM: Secretários do governo Tarcísio de Freitas Lula e Alckmin tomam posse hoje; entenda o rito
Parte da cerimônia vai ocorrer na área externa do Palácio do Planalto O Artigo 78 da Constituição Federal determina que o presidente e o vice-presidente da República eleitos tomem posse em cerimônia no Congresso Nacional. A sessão solene destinada a empossar Luiz Inácio Lula da Silva e Geraldo Alckmin deve ocorrer no plenário da Câmara dos Deputados no dia 1º de janeiro de 2023, a partir das 15h. Antes, ambos participam de cortejo que começa na Esplanada dos Ministérios, próximo à Catedral Metropolitana de Brasília, e segue até o Congresso Nacional. Parte da cerimônia de posse deve acontecer na área externa do Congresso Nacional. No gramado, ficarão posicionadas as baterias responsáveis pelas tradicionais salvas de tiro. Na parte da frente do edifício principal, antes da rampa, será hasteada a bandeira nacional e o presidente eleito passará em revista as tropas mobilizadas para o evento. Na entrada da rampa, Lula e Alckmin serão recebidos pelos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e, de lá, seguem ao interior do prédio pela entrada principal. Antes de seguirem ao plenário, os eleitos ainda serão saudados por autoridades em um dos mais emblemáticos salões do Congresso Nacional, o Salão Negro. Nas laterais estão localizados os salões nobres da Câmara e do Senado, onde as autoridades estarão aguardando o presidente e o vice-presidente eleitos. Para chegar ao plenário, Lula e Alckmin, já seguidos por autoridades, terão que passar pelo Salão Verde e pelo Salão Azul, onde os empossados serão recepcionados logo após a sessão solene. Em caso de chuva, a entrada do presidente e do vice-presidente acontecerá pelo Salão Branco, conhecido como chapelaria. Tecnologia Uma das novidades da cerimônia de posse em 2023 é o uso de QR Code nos convites, garantindo que sejam pessoais e intransferíveis. Por meio de aparelhos celulares disponibilizados no local da cerimônia, a leitura do código abrirá um aplicativo com informações sobre o convidado. Sessão solene A sessão de posse é presidida pelo presidente do Congresso Nacional, cargo ocupado pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. A Mesa também deve ser composta pelo presidente da República e vice eleitos, pelo presidente da Câmara, do Supremo Tribunal Federal (STF), pelo primeiro secretário e por outras autoridades. Após prestar o compromisso constitucional previsto no artigo 78, Lula será declarado empossado por Pacheco. Empossados, presidente e vice assinam o termo de posse. Em seguida, somente Lula e Pacheco discursam e a sessão é encerrada. Após a posse, já no Palácio do Planalto, na Praça dos Três Poderes, o presidente eleito recebe a faixa presidencial e faz um pronunciamento. Por fim, haverá recepção de chefes de Estado e representantes de países no Palácio do Itamaraty.

Tarcísio toma posse como governador de SP

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA O governador eleito Tarcísio de Freitas e o vice Felício Ramuth foram recebidos na Assembleia Legislativa aqui...

bottom of page