top of page

Vigilância Sanitária de Atibaia interdita consultório clandestino e autua ótica por irregularidades

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Secretaria de Saúde também faz alerta à população sobre a importância da saúde dos olhos
A Vigilância Sanitária (Visa) da Prefeitura da Estância de Atibaia efetuou a interdição de um consultório médico clandestino que realizava consultas oftalmológicas de forma ilegal no Centro da cidade. O estabelecimento não possuía licença de funcionamento e também não possuía responsável técnico habilitado para exames oftalmológicos.
Conforme as equipes da Secretaria de Saúde, no local não havia médico oftalmologista e os exames eram realizados por um optometrista, profissional que não é habilitado legalmente para prescrever óculos. O consultório era utilizado apenas para a realização de consultas ofertadas como gratuitas para clientes de uma ótica – prática proibida por lei em virtude do evidente conflito de interesses.
De acordo com a Vigilância Sanitária, após a consulta o paciente era encaminhado de volta à ótica, onde os funcionários eram orientados a não devolverem a receita, de modo a constrangerem o consumidor e induzi-lo a comprar os óculos no próprio estabelecimento. Dessa forma, a ótica que ofertava as consultas gratuitas também recebeu autuações.
Alerta
A Vigilância Sanitária de Atibaia alerta a população sobre os riscos da realização de exames de vista em locais indicados por óticas. Além de se tratar de uma prática proibida e eticamente reprovável, o oferecimento de consultas pelas óticas pode trazer riscos à saúde dos olhos dos clientes.
Segundo a Visa, muitas vezes o profissional se vê obrigado a prescrever os óculos para satisfazer os interesses financeiros de quem o contratou, mesmo sem a real necessidade do cliente. As óticas, por sua vez, inserem o valor da consulta no preço dos óculos.
Além disso, a Vigilância Sanitária alerta que a maioria desses locais não realiza uma consulta completa, pois não possui médico oftalmologista, oferecendo apenas o exame de refração (para estabelecer o grau dos óculos). No entanto, a necessidade de aumento do grau dos óculos pode estar associada a outros problemas de saúde que apenas o médico oftalmologista pode identificar, por meio de exames clínicos específicos, considerando o histórico do paciente, sua idade e outros problemas oculares. E o médico também indicará o tratamento adequado.
A Visa ainda ressalta que doenças como a retinopatia diabética ou o glaucoma, se não identificadas e tratadas a tempo, podem levar à cegueira, e o uso de óculos incorretos pode causar problemas ao paciente, como, por exemplo, estrabismo em crianças ou ainda agravar as doenças da visão.
A Secretaria de Saúde lembra que outras doenças que podem ser identificadas com o exame de vista realizado por médico oftalmologista são sífilis, toxoplasmose, câncer, doenças neurológicas, hipertensão, entre outras. Assim, em caso de problemas oculares a orientação é para que o munícipe se dirija à Unidade de Saúde mais próxima de sua residência.
Em caso de dúvidas a população pode entrar em contato com a Vigilância Sanitária por meio dos telefones: (11) 4412-0671, 4411-2656 e 4412-7865 (ramais 229 e 209) e do e-mail visa@atibaia.sp.gov.br. Denúncias podem ser registradas por meio da plataforma digital Atibaia Sem Papel / 1Doc ( https://atibaia.1doc.com.br/atendimento ).

Vigilância Sanitária de Atibaia interdita consultório clandestino e autua ótica por irregularidades

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA Secretaria de Saúde também faz alerta à população sobre a importância da saúde dos olhos A Vigilância...

bottom of page