Aulas da rede municipal serão ampliadas para 50% de alunos por classe a partir de segunda (2)


JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA

As aulas em Atibaia tinham presença de 35%, agora foram ampliadas para 50%; frequência presencial é facultativa


As aulas da Rede Municipal de Ensino voltaram no dia 20 de julho com a presença de até 35% dos alunos, escalonados semanalmente. Com a última determinação do Governo Estadual, a presença será ampliada na próxima segunda-feira (2). As unidades escolares da rede municipal que atendem alunos de Creche, Pré-Escola, Ensino Fundamental e Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI), receberão presencialmente 50% dos alunos matriculados em cada classe, a cada dia. A frequência presencial, porém, é facultativa, ou seja, os pais ou responsáveis que preferirem poderão manter seus filhos em casa, participando apenas das atividades remotas por meio da Plataforma de Ensino Remoto.

Para acessar a plataforma e navegar por ela é muito fácil: basta clicar no endereço avaliativaead.com.br/atibaia, inserir o primeiro nome do aluno + sobrenome + data de nascimento, em letra minúscula e sem espaços, tanto no campo de usuário, quanto no campo de senha. Em caso de dúvidas, a escola deverá ser contatada.

Desde o início do ano, a Plataforma de Ensino Remoto vem sendo aprimorada pela Prefeitura para garantir o direito à Educação e o atendimento pedagógico a todos os estudantes neste período em que há a necessidade de distanciamento social. A plataforma é o ambiente virtual onde são oferecidas as propostas de atividades e vivências para as crianças matriculadas nas escolas de Atibaia. Cada escola planeja e disponibiliza, no sistema on-line, vídeos, imagens, atividades, vivências e ilustrações para o desenvolvimento de todos os estudantes em um ambiente criativo.

Vale ressaltar que as instituições de ensino de Atibaia (municipais, estaduais, comunitárias e particulares) estão seguindo os protocolos pedagógico e sanitário, que estipulam os procedimentos operacionais relacionados às boas práticas sanitárias, a fim de garantir os direitos à vida, à saúde e à educação de todas as crianças, estudantes, profissionais e trabalhadores em Educação. No período de continuidade progressiva das aulas, as sextas-feiras continuarão destinadas às atividades do corpo docente, como planejamento, diagnóstico e avaliação da aprendizagem dos alunos, além do plantão de dúvidas para os pais.