top of page
Banner_ESTANCIA_ATIBAIA_Ubs_Imperial_979x182.png
Banner_ESTANCIA_ATIBAIA_Ubs_Imperial_979x182.png
Buscar
  • Jornal Estancia de Atibaia

Ana Beathalter defende foco no atendimento humanizado para unidades da Secretaria Municipal de Saúde


Ana Beathalter
Vereadora Ana Beathalter

JORNAL ESTÂNCIA DE ATIBAIA


Em outras indicações, pediu atenção para o CIEM 2, do Jardim Imperial, e a criação de Centro de Educação Especial e Inclusiva

A vereadora Ana Beathalter apresentou indicações nesta semana em que solicita, por exemplo, “as gestões cabíveis para realizar adequações de infraestrutura e quadro de funcionários no CIEM 2, no Jardim Imperial”.

Em outro documento, a mesma providência é pedida para criação do Centro de Integração para Crianças da Educação Especial e Inclusiva.

Ana Beathalter solicitou ainda ao Executivo “destacar servidores responsáveis por agendamento presencial nos postos de saúde do município, assim como viabilização do sistema de agendamento pela internet e telefone e, ainda, capacitação/reciclagem dos servidores públicos lotados na Secretaria de Saúde, com foco no atendimento humanizado”.

Vereadora Ana Beathalter
Vereadora Ana Beathalter

Vereadora Ana Beathalter apontou em Explicação Pessoal as necessidades de pessoal e de estrutura no CIEM II


Na parte de pessoal, o CIEM II precisa de três professores de educação infantil e três agentes educacionais, para começar


A vereadora Ana Beathalter fez balanço, no espaço de Explicação Pessoal, na sessão de 7 de junho, de sua visita ao CIEM II (Jardim Imperial) para conhecer a estrutura e as demandas da classe escolar.


“A unidade conta com 350 estudantes, desde a educação infantil ao ensino fundamental. Lá, os servidores estão bastante sobrecarregados. Cada sala tem de 30 a 35 alunos, entre os quais estão crianças especiais, com autismo, TDH e transtorno opositor”, apontou a vereadora.


Segundo Ana Beathalter, na parte de pessoal o CIEM II precisa de três professores de educação infantil e três agentes educacionais, para começar. Além disso, há a necessidade de restauração de muros e reforma na estrutura do prédio. “É uma obra inaugurada em setembro de 2020 e já apresenta danos estruturais como rachaduras. O local onde foi edificada é brejo, oferecendo naturalmente esse risco. A obra custou mais de R$ 25 milhões para o município”.


A vereadora apontou ainda outras demandas, como a readequação da equipe de limpeza e a disponibilização de materiais para atender aquele espaço. A piscina precisa de manutenção, pois está com água suja parada, além de colocação de redes na quadra esportiva, proteção na arquibancada e disponibilização de brinquedos para crianças de todas as idades.


“A educação inclusiva é matéria que deve ser discutida e ampliada. Devemos avaliar quais os direitos que estamos protegendo. A sugestão é de que o foco seja expandido, olhando-se perfis e particularidades das crianças, com adequadas ferramentas pedagógicas e atendimento especializado nos eixos de aprendizagem, reabilitação e habilitação “, comentou Ana Beathalter.


MAIS NOTÍCIAS:








Edição: Bruno Papini

ความคิดเห็น


anuncioNOVOconc.png
anuncioNOVOconc.png